"O Ciclista do Papa" representará o Vaticano no Mundial de Estrada

Autoestrada 16 sep. 2022 16:33 Guilherme

O Vaticano, membro da UCI desde o ano passado, terá um representante pela primeira vez no Campeonato Mundial de Ciclismo na Austrália. De origem holandesa, Rien Schuurhuis, participará da prova de estrada Elite de longa distância que será realizada no dia 25 de setembro na cidade australiana de Wollongong.

A camisa amarela e branca da Santa Sé estará na largada do Mundial de Estrada

Com as listas definitivas de participantes do próximo Campeonato Mundial de Ciclismo de Estrada que acontecerá na cidade australiana de Wollongong entre os dias 18 e 25 de setembro, a equipe do Vaticano, que pela primeira vez participa de campeonatos mundiais, chama a atenção desta especialidade após integrar a UCI em 2021, o que lhe confere o direito de enviar representantes a estes campeonatos, neste caso, apenas um ciclista devido à sua classificação entre os países participantes.

Apelidado de "Ciclista do Papa", o corredor holandês Rien Schuurhuis é marido da embaixadora da Austrália no Vaticano Chiara Porro e está afiliado à Athletica Vaticana, organização esportiva da Santa Sé que tem 50 licenças no ano de 2022 e que acolhe cidadãos do Vaticano, trabalhadores e seus familiares, abrangendo, além do ciclismo, outros esportes como o atletismo, padel ténis, taekwondo, basquetebol ou críquete.

Schuurhuis, natural da cidade holandesa de Groningen, é um ciclista de 40 anos que desenvolveu sua curta carreira no ciclismo nas equipes da categoria continental Black Inc em 2016 e Oliver's Real Food em 2018, participando de várias competições da categoria. 2 na Ásia e Oceania sem alcançar resultados notáveis. Sua última participação em um evento profissional ocorreu em 2021, quando participou do Campeonato Holandês de Contrarrelógio, onde terminou em 40º lugar.

No que diz respeito à preparação para o Mundial de Ciclismo, contou com a colaboração do ex-ciclista Valerio Agnoli que, após a sua aposentadoria da competição, é um dos responsáveis ??pela área de ciclismo da Athletica Vaticana.

Apesar da novidade da estreia da equipe do Vaticano no Campeonato Mundial, a relação com o ciclismo do Vaticano vem de longe.

Na memória de muitos fãs deste esporte está a imagem do grande Gino Bartali, um homem tremendamente religioso que se tornou amigo pessoal do Papa Pio XII e atualmente está em processo de canonização.

Também não devemos esquecer que o Vaticano já teve uma equipe profissional sediada neste pequeno estado, o Amore&Vita, que até participou do Giro d'Italia ao longo da década de 90.

O próprio Papa Francisco destacou os valores como companheirismo e generosidade que o ciclismo transmite.

Inclusive, os ciclistas contam com padroeira própria na imagem da Madonna del Ghisallo, uma virgem que fica na pequena capela localizada no Lago Como onde todos os anos transita o último monumento da temporada, Il Lombardí. Uma capela que recolhe as ofertas de uma multidão de ciclistas profissionais: camisas, bicicletas, garrafas e outros elementos de ciclismo que foram doados em agradecimento pela ajuda prestada pela padroeira nas suas corridas.

procurando

Newsletter

Assine a nossa newsletter e receba todas as nossas novidades. Mountain bike, conselhos sobre treinamento e manutenção de sua bike, mecânicos, entrevistas ...

Você vai estar ciente de tudo!

¿Prefieres leer la versión en Español?

"El ciclista del Papa" representará al Vaticano en el Mundial de Carretera

Visitar