Montagem e detalhes da Canyon Aeroad de Van der Poel para o Giro

Autoestrada 9 may. 2022 13:05 Guilherme

Em sua Canyon Aeroad, o ciclista da Alpecin-Fenix ??cumpriu todas as expectativas neste início do Giro. Descubra todos os detalhes da máquina do monstro holandês.

A vida em Rosa montado em uma Canyon Aeroad

Propôs-se a vestir a primeira maglia rosa e aguentar até onde as suas forças o permitissem e, como acontece com quase todos os desafios que enfrenta, Mathieu Van der Poel está cumprindo com o guião ao milímetro.

A bicicleta utilizada pela equipe Alpecin-Fenix, uma Canyon Aeroad CFR é a joia da coroa quando se trata de bicicletas de estrada do fabricante alemão. Uma bicicleta que por uma razão ou outra continua cumprindo o esperado e que podemos ver aqui com a espetacular decoração rosa que a marca preparou para homenagear a maglia rosa que Van der Poel veste nestes dias, assim como no segundo dia que ele fez o contrarrelógio com a Speedmax.

A Canyon Aeroad CFR é a bicicleta de corte aerodinâmico da empresa de Coblença frente a escaladora Ultimate. Um aspecto que é especialmente evidente na seção perfilada usada em seu tubo de direção.

Tubo de direção perfilado para menor resistência ao vento.

Também de corte aerodinâmico são as pernas do garfo e o triangulo traseiros, projetados para suportar as capacidades das rodas Shimano Dura-Ace usadas pela equipe Alpecin-Fenix. Dadas as etapas planas deste início de Giro, a opção escolhida foi a C60 que, como o próprio nome nos permite adivinhar, tem um perfil de 60 mm de altura. Nesta ocasião, como pode ser visto nas imagens, é a versão tubular que usa o Vittoria Corsa.

Aliás, na Alpecin-Fenix ??eles não deixam nada ao acaso e até a fita adesiva que fixa o transmissor ao garfo combina com a decoração rosa especial da bicicleta. Outro detalhe curioso que chama a atenção é o uso de um disco de freio na roda dianteira de apenas 140 mm.

Garfo e Roda dianteira Shimano Dura-Ace C60 e disco de 140 mm

Triangulo traseiro e roda traseira Shimano Dura-Ace C60

O conjunto aerodinâmico guidão/mesa CP0018, no qual é possível ajustar a sua largura, parece não ter dado mais dores de cabeça à marca alemã após a infeliz quebra na reta final do GP Le Samyn e que obrigou a Canyon a parar o lançamento ao público desta bicicleta. Um modelo que ainda hoje não está disponível, arrastando devido a problemas logísticos e de produção gerados pela pandemia. Podemos vê-lo montado na bicicleta que a equipe belga usa neste Giro.

Cockpit Canyon CP0018

Selim Selle Italia Flite Boost Kit Carbonio Superflow Edição MVDP

Tubo superior estilizado e uma posição muito baixa para maior aerodinâmica.

Suporte de garrafas Elite Vico Carbon

Detalhe da etiqueta com o nome do ciclista no tubo superior

Montagem da Canyon Aeroad de Mathieu Van der Poel

  • Quadro: CFR R065 Carbon Toray M40X
  • Garfo: Canyon FK0060
  • Câmbio traseiro: Shimano Dura-Ace Di2
  • Câmbio dianteiro: Shimano Dura-Ace Di2
  • Cassete: Shimano Dura Ace
  • Pedivela: Shimano Dura-Ace powermeter
  • Freios: Shimano Dura-Ace, discos 140 mm
  • Rodas: Shimano Dura Ace C60
  • Tubulares: Vittoria Corsa Graphene
  • Guidão / Mesa: Canyon CP0018 cockpit
  • Selim: Selle Italia Flite Boost Kit Carbonio Superflow Edição MVDP
  • Peso aproximado: 7,24kg

Newsletter

Assine a nossa newsletter e receba todas as nossas novidades. Mountain bike, conselhos sobre treinamento e manutenção de sua bike, mecânicos, entrevistas ...

Você vai estar ciente de tudo!