Arnaud Démare sobrevive à armadilha Alpecin-Fenix

Autoestrada 11 may. 2022 18:05 Guilherme

O francês da Groupama-FDJ se impõe na linha de chegada em Messina após um dia em que Alpecin-Fenix ??colocou pimenta na corrida.

Arnaud Démare vence a 5ª etapa do Giro d'Italia

Segunda e última etapa da jornada siciliana. Um dia que se esperava calmo dentro de um grande grupo ansioso por recuperar as forças após o final no dia anterior no Etna. E assim foi durante o primeiro terço dos 174 quilómetros que compunham o menu do dia entre Catânia e Messina.

Começou, como nas etapas anteriores, com uma fuga consentida da saída composta por cinco integrantes. Nela, não poderiam faltar os nomes dos ciclistas Drone Hopper -Androni Filippo Tagliani e Mattia Bais cuja presença já se tornou habitual.

No entanto, o panorama mudou após a passagem pelo primeiro sprint bonificado e a chegada das primeiras subidas de Portella Mandrazzi, única subida pontuada do dia, classificada como de 2ª categoria graças aos seus quase 20 quilômetros de extensão.

Uma subida em que a esquadra de Mathieu Van der Poel, depois de perder na etapa anterior ao chegar fora de controle a seu principal trunfo no sprint, o italiano Jakub Mareczko, decidiu tomar as rédeas à frente do pelotão e, somando vários pontos mais no ritmo, conseguiu deixar Mark Cavendish, Arnaud Démare e Caleb Ewan, os principais favoritos para vencer o sprint. Especialmente este último que deu sinais claros de ter sido afetado pela queda que sofreu no desfecho da primeira etapa.

O alto ritmo na descida da montanha para consolidar as diferenças tem o efeito colateral de a fuga terminar muito mais cedo do que o habitual, a 66 km da meta. Enquanto isso, depois de uma descida muito rápida, Démare conseguiu se juntar ao grupo enquanto Cavendish, com aproximadamente 2 minutos de desvantagem, e Caleb Ewan, que perdeu neste lugar mais de 4 minutos, decidem jogar a toalha e guardar suas balas para os sprints que ainda restam ao longo da segunda semana.

Estabilizando a vantagem, a calma voltou ao grande grupo, apenas alterada pela passagem do segundo sprint intermédio do dia que, como em todas as etapas, confere segundos para a classificação geral e pontos para a maglia ciclamino. Um sprint em que João Almeida tenta cortar algum segundo na classificação geral, tendo que se contentar com os 2'' correspondentes ao segundo lugar depois de ter sido superado pelo britânico INEOS Grenadiers Ben Swift. Pior sorte para Romain Bardet, cujo esforço não foi recompensado, pois não conseguiu ultrapassar Diego Ulissi, que havia lançado seu companheiro de equipe Almeida.

Deixando o desfecho condenado ao sprint, os últimos quilómetros pelas ruas de Messina são agitados, com um Groupama-FDJ tomando as rédeas no último quilómetro e lançando Arnaud Démare que soma sua sexta vitória na corsa rosa desde ele abriu a conta em 2019 e abre sua conta de vitórias nesta temporada.

Mais uma vez ficam com mel na boca, Fernando Gaviria, que largou muito tarde, e o ciclista de Israel - Premier Tech Giacomo Nizzolo, que ficou em terceiro lugar.

Por sua vez, o eritreu Biniam Girmay, não conseguiu nem disputar depois de ser sido fechado. Também não conquistou nenhum prémio a Alpecin-Fenix ??após o grande trabalho realizado durante o dia e, apesar de estar bem colocada a 3 quilómetros do final, Mathieu Van der Poel não conseguiu entrar nos primeiros lugares da etapa para defender a maglia ciclamino que passa a ombros de Arnaud Démare.

Momento emocionante após o final da etapa com Vincenzo Nibali, que chegava em casa, anunciando na RAI que este será seu último Giro d'Italia, pois encerrará sua carreira no final da temporada.

Dia sem incidentes para Juanpe López, que mantém a camisa rosa. Ele se mostrava muito feliz na chegada “É incrível, não me dou conta de que vivi meu primeiro dia com a Maglia Rosa. Muitos corredores me parabenizaram. Gostei, foi o melhor dia da minha vida. Tentei ficar em uma boa posição para evitar quedas. Sabíamos que tínhamos que ter cuidado na final. Sobrevivi o dia mantendo-me em uma boa posição. É um sonho."

Classificação Etapa 5

  1. Arnaud Demare (GFC) 04:03:56
  2. Fernando Gaviria (UAD) m.t.
  3. Giacomo Nizzolo (IPT) m.t.
  4. Davide Ballerini (QST) m.t.
  5. Biniam Girmay (IWG) m.t.
  6. Phil Bauhaus (TBV) m.t.
  7. Alberto Dainese (DSM) m.t.
  8. Natnael Tesfazion (DRA) m.t.
  9. Edward Theuns (TFS) m.t.
  10. Simone Consonni (COF) m.t.

Classificação Geral

  1. Juan Pedro López (Trek Segafredo) 14:17:07
  2. Lennard Kämna (Bora - Hansgrohe) +00:39
  3. Rein Taaramäe (Intermarché - Wanty) +00:58
  4. Simon Philip Yates (BikeExchange - Jayco) +01:42
  5. Mauri Vansevenant (Quick-Step Alpha Vinyl) +01:47
  6. Wilco Kelderman (Bora - Hansgrohe) +01:55
  7. Joao Almeida (UAE Team Emirates) +01:58
  8. Pello Bilbao (Bahrain Victorious) +02:00
  9. Richie Porte (INEOS Grenadiers) +02:04
  10. Romain Bardet (Team DSM) +02:06

Newsletter

Assine a nossa newsletter e receba todas as nossas novidades. Mountain bike, conselhos sobre treinamento e manutenção de sua bike, mecânicos, entrevistas ...

Você vai estar ciente de tudo!