Você precisa de suspensão em sua bicicleta gravel?

Gravel 28 abr. 2022 15:04 Guilherme

A filosofia da gravel é tremendamente ampla, desde aqueles que rodam principalmente na estrada até aqueles que enfrentam rotas de puras montanhas. Os fabricantes de suspensão viram que seus produtos podem ampliar ainda mais a versatilidade desse tipo de bicicleta, mas a suspensão é realmente necessária em uma bicicleta gravel?

Gravel bike com ou sem suspensão?

Em muitas ocasiões, ouvimos descrever a gravel como a mountain bike dos anos 90, mas com muito melhor qualidade e desempenho. Se voltarmos a aqueles anos, lembraremos das bicicletas pesadas de aço ou alumínio, com rodas de 26” de diâmetro, pneus finos (1,90 era uma figura comum enquanto 2,1 era usado em competições de downhill), garfos rígidos...

Continuando com a aula de história, há pouco mais de cinco anos as bicicletas gravel começaram a aparecer em cena. Uma modalidade importada dos EUA que consiste em bicicletas semelhantes às bicicletas de estrada, ou melhores, deveríamos dizer ciclocross, com guidão curvo e que montam rodas mais ou menos grossas com uma certa aderência para poder rodar com segurança fora do asfalto. Uma necessidade nas grandes extensões do centro e oeste daquele país, onde logo uma estrada perfeitamente pavimentada se transforma em uma estrada de terra por muitos quilômetros.

Este conceito recupera o tão esperado mantra de uma única bicicleta para tudo, que nos sirva para pedalar na estrada sem excessiva resistência ao rolamento, mas com a qual podemos nos aventurar fora do asfalto sem o menor problema. Tudo isso com máquinas simples que ajudam a enfrentar qualquer distância, mesmo rotas de vários dias, graças ao aspecto bikepacking.

Embora o local onde as bicicletas gravel são mais confortáveis ??seja em pistas de terra, não são poucos os que levam ao extremo as capacidades dessas bicicletas, entrando em trilhas e terrenos mais apropriados para uma mountain bike. Apostando nesta orientação, a maioria dos modelos permite a utilização de rodas 650b em vez das habituais 700 utilizadas nas bicicletas de estrada. Este diâmetro de aro menor permite a instalação de pneus largos de mountain bike enquanto o diâmetro efetivo resultante permanece semelhante ao que obtemos com uma roda 700 e um pneu de cerca de 40 mm, uma das medidas mais comuns na gravel. Adicionando, além de aderência extra, maior amortecimento.

A capacidade de absorção da bicicleta gravel é, sem dúvida, o seu calcanhar de Aquiles quando saímos da estrada. Há alguns anos, a Cannondale apostou apresentando sua Topstone, uma bicicleta gravel com rodas 650 e uma versão de pequeno curso de seu famoso garfo de suspensão Lefty. Uma proposta que permanece no catálogo e à qual nos últimos meses foi incorporada a apresentação pela Rock Shox e Fox de dois modelos de garfo de suspensão para uso na gravel.

Em todos os casos, trata-se de suspensões de curso reduzido, entre 30 e 60 mm, nos quais prevalece, sobretudo, a leveza para não sobrecarregar a bicicleta como um todo.

Para quem são as suspensões?

Como indicamos anteriormente, se algo caracteriza a gravel é sua versatilidade. O uso de um garfo de suspensão consegue expandi-la e nos aproximar do paradigma de uma bicicleta para tudo. Em geral, recomendaríamos a suspensão se as suas rotas se movem mais em terrenos rochosos e trilhas como forma de reduzir a tensão e a fadiga a que esses trechos nos submetem ao usar um garfo rígido. Também se beneficiarão com o uso da suspensão aqueles ciclistas de estrada que não têm confiança suficiente quando saem do asfalto ou, no outro extremo, aqueles ciclistas de montanha que se sentem um pouco nus sem a absorção oferecida pela suspensão.

De qualquer forma, entendemos que o uso do garfo de suspensão deve ser mais voltado para aliviar a absorção mais limitada de quem usa rodas 700, alcançando maior conforto, mas sem prejudicar a capacidade de rolagem que esse tamanho de roda proporciona. De fato, tanto o Fox Rudy XPLR quanto o Fox 32 TC são projetados exclusivamente para esse tamanho de roda.

Melhor com garfo rígido

Pelo contrário, se no seu conceito de gravel você prioriza andar na estrada e trilhas fáceis, você procura uma bicicleta o mais simples possível ou se a leveza ao enfrentar rotas longas é um fator para você, com certeza você se sentirá mais confortável escolhendo um garfo rígido.

Também achamos que se você usar rodas 650b, que permitem montar pneus 100% mountain bike e cujas larguras generosas já fornecem o máximo de absorção que podemos obter com o curso limitado que oferecem às suspensões, a melhor opção é o garfo rígido.

Ainda assim, a combinação suspensão e roda 650b pode ser encontrada entre as montagens da Cannondale Topstone, embora o resultado seja sensações e comportamentos mais próximos de uma mountain bike do que de uma gravel.

 

E você, qual configuração prefere para sua gravel? Conte-nos em nossas redes sociais.

Newsletter

Assine a nossa newsletter e receba todas as nossas novidades. Mountain bike, conselhos sobre treinamento e manutenção de sua bike, mecânicos, entrevistas ...

Você vai estar ciente de tudo!