Arnaud Démare soma sua segunda etapa consecutiva no Giro

Autoestrada 12 may. 2022 20:05 Guilherme

O foto finish decanta a vitória na sexta etapa do Giro em favor de um Démare que superou Cavendish e Ewan nos últimos metros.

Etapa tranquila, final frenético

Hoje o Giro d'Italia chegou à bota depois de sua jornada por terras húngaras e pela ilha da Sicília. Etapa simples no papel, 192 quilômetros entre Palmi e Scalea em que se acumulava a ridícula cifra de 900 m de desnível e em que o roteiro planejado foi executado à risca com um pelotão comandado durante praticamente toda a etapa por um obstinado Thomas de Gendt que se dedicou a levar a corrida a um ritmo mais conveniente para Caleb Ewan.

Tivemos inclusive que esperar cerca de vinte quilômetros até que o veterano italiano da Eolo-Kometa, Diego Rosa que embarcou em uma louca aventura solo, daquelas que você sabe que não terá um final feliz. Visibilidade, patrocinadores e essas coisas obrigam.

Quando o italiano já tinha cinco minutos de vantagem, um ataque surreal, com três corredores da Drone Hopper-Androni, incluindo um dos habituais como Tagliani, arrancando em consonância. Uma aventura que não teria consequência maior do que roubar alguns pontos valiosos do primeiro sprint intermediário dos favoritos para disputar a camisa do ciclamino.

Pouco depois, o ritmo acelerado de Gendt os reintegraria à disciplina de um grande grupo que se limitava a tirar um cochilo ao longo da costa sudoeste da Itália. As 106 pulsações médias indicadas pelo monitor de ritmo cardíaco de Mathieu Van der Poel na metade da etapa, os 110 W de potência média nas primeiras duas horas de Rui Costa e o atraso acumulado sobre o horário previsto foram uma boa prova disso.

Assim, as esquadras dos velocistas chegaram com suas forças intactas à parte final depois de neutralizar a aventura de Diego Rosa a 29 km do final, momento em que o ritmo começou a acelerar com a aparição na liderança dos ciclistas da QuickStep e do Groupama-FDJ dando um respiro a disposta Lotto-Soudal.

Toda a emoção que faltava na etapa foi concentrada em um sprint eletrizante que lançava com contundência Mark Cavendish com Caleb Ewan ao seu lado e Démare fazendo o mesmo. Mark foi superado por Ewan no momento certo em que o francês fez o mesmo para cruzar a linha ombro a ombro. Precisou do foto finish que finalmente decidiu a vitória a favor do ciclista da Groupama-FDJ que, além de sua segunda vitória, abre uma brecha com seus perseguidores na luta pelo ciclamino.

 

Classificação Etapa 6

  1. Arnaud Demare (GFC) 5h02’33”
  2. Caleb Ewan (LTS) m.t.
  3. Mark Cavendish (QST) m.t.
  4. Biniam Girmay (IWG) m.t.
  5. Giacomo Nizzolo (IPT) m.t.
  6. Phil Bauhaus (TBV) m.t.
  7. Andrea Vendrame (ACT) m.t.
  8. Simone Consonni (COF) m.t.
  9. Vincenzo Albanese (EOK) m.t.
  10. Edward Theuns (TFS) m.t.

Classificação General

  1. Juan Pedro López (TFS) 14:17:07
  2. Lennard Kämna (BOH) +00:38
  3. Rein Taaramäe (IWG) +00:58
  4. Simon Philip Yates (BEX) +01:42
  5. Mauri Vansevenant (QST) +01:47
  6. Wilco Kelderman (BOH) +01:55
  7. Joao Almeida (UAD) +01:58
  8. Pello Bilbao (TBV) +02:00
  9. Richie Porte (IGD) +02:04
  10. Romain Bardet (DSM) +02:06

Newsletter

Assine a nossa newsletter e receba todas as nossas novidades. Mountain bike, conselhos sobre treinamento e manutenção de sua bike, mecânicos, entrevistas ...

Você vai estar ciente de tudo!